Início > Holanda > Lixo é dinheiro

Lixo é dinheiro

05 - 03 - 2007

Uma coisa que sempre me chamou a atenção é que as pessoas por aqui tem mais consciência na hora de colocar o lixo pra fora. Logo que mudei para os Países Baixos, descobri que mais consciência significa 35 euros! Este é o preço da multa para quem não respeita o dia certo de pôr o lixo na rua. E 50 para quem joga papel no lixo comum e não no específico de reciclagem.

Diariamente passa um caminhãozinho recolhendo o lixo que foi colocado no dia errado. O que eles fazem com este lixo? Abrem e procuram algum documento com o nome do provável dono, para depois enviar uma multa.

Existe, ao menos em Amsterdam, polícia específica pra este fim. Todas as manhãs, dois oficiais da Polícia do Meio Ambiente, à paisana, estacionam o carro próximo a um cesto de lixo reciclável, por exemplo, (vidro ou papel), apenas aguardando alguém colocar aquilo que não lhe é útil fora do horário. Se isto acontece, ação: eles saem do carro e vão atrás da pessoa para aplicar a multa.

Em algumas regiões da cidade, quando você tem algo grande, como móveis, eletrodomésticos e outras utilidades domésticas para botar no lixo, é preciso ligar para uma espécie de “disque-lixo”, perguntando quando pode jogar fora.

Pode ser que, entre o período que você colocou suas velharias na rua e a hora em que serão retiradas, alguém ache que o seu lixo sirva para decorar a casa dele. Tenho um amigo que tem bonitas estantes para livros encontradas na rua e um casal que decorou metade da casa assim…

Anúncios
Categorias:Holanda Tags:, ,
  1. 05 - 03 - 2007 às 10:09 pm

    Isso é algo realmente curioso do “primeiro mundo”. Há uma consciência maior, mas parece que ela só existe devido ao “peso no bolso” de quando o pessoal descumpre a lei, bem como é aqui no Brasil. A diferença é que eles têm a lei e fiscalizam seu cumprimento, né?

    E essa de recolher lixo na rua para decorar a casa é fantástica. Aqui no Brasil eu imagino sendo recolhido pelo pessoal pobre para revenda e/ou utilizado (especialmente móveis) para assaltos e quebra-quebras.

    Como a gente tem uma visão ruim do nosso país, né? =(

    :***

  2. 07 - 03 - 2007 às 7:23 pm

    Nunca deixar sobrescrito nem carta com nome ou endereço no lixo!! Isso é conhecimento basico pra poder vivir aqui.
    Para isso usamos cesto de reciclagem para os papeis: é simplesmente para separar a evidencia do lixo verdadeiro.

    Como a gente fala de falta de tradicões na Holanda

    x

  3. 07 - 03 - 2007 às 8:53 pm

    E se jogar a correspondência do antigo morador no lixo, ele quem paga a multa?

  4. 07 - 03 - 2007 às 11:37 pm

    Sabe o que eu vejo de bom nisso? Geração de emprego e renda!

    Muito melhor criar a Policia do Meio Ambiente que Sequestrador da Linha 171.

    Cuidado com suas tranqueiras, batateira!

  5. 30 - 04 - 2007 às 7:37 pm

    Eu vejo q e muito bom pois pessoas limpa a cidade ajuda a nao poluiçao e alem de ajdar muito ainda gera renda melhor pegar lixo do que matar e sequestrar.

  6. 30 - 04 - 2007 às 7:40 pm

    Eu vejo q e muito bom pois pessoas limpa a cidade ajuda a nao poluiçao e alem de ajdar muito ainda gera renda melhor pegar lixo do que matar e sequestrar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. 23 - 05 - 2007 às 1:44 pm

    Bom, seja por causa da multa ou não, pelo menos mantêm-se a limpeza urbana.
    Está acontecendo uma coisa horrível na região da Campania (onde se localiza a cidade de Nápoles), já há algum tempo: o lixo simplesmente não tem sido recolhido! As pessoas estão vivendo em meio a lixo já apodrecido, ratos e outros bichos, e a um mau cheiro que dá pra sentir até através da televisão, qdo passam as notícias! Estou bem longe de lá, mas não posso deixar de sentir muito pelos habitantes. Estou pra postar sobre o assunto há tempos no meu blog, mas tô com preguiça de escrever. 🙂
    Beijinhos!

  1. 26 - 08 - 2007 às 11:16 am
  2. 13 - 02 - 2008 às 9:26 am
  3. 01 - 09 - 2008 às 10:58 pm
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: