Início > Amsterdã > Amsterdã é feita para ciclistas

Amsterdã é feita para ciclistas

09 - 07 - 2007

Tenho a impressão que Amsterdã é feita para ciclistas e não para automobilistas.

Primeiro porque a cidade é razoavelmente pequena. Para cruzar, de Norte a Sul ou Leste a Oeste, gasta-se, no máximo, pouco mais de meia hora pedalando.

Farol de biciOutra vantagem é que a cidade é quase que totalmente plana, com exceção de alguns morrinhos em algumas pontes.

Finalmente, parece que a prefeitura tomou algumas medidas para que as pessoas preferissem deixar o carro em casa:

* Quanto mais perto do centro, mais dinheiro se deixa no parquímetro. No centro antigo, uma hora estacionado custa 4,60 euros.

* A cidade é repleta de semáforos e o trânsito é caótico. Os carros precisam dar preferência para os bondes, bicicletas ou pedestres.

Caos?
Bondes, carros, bicicletas, mobiletes, motos, pedestres. À primeira vista, pedalar em Amsterdã parece suicídio. Mas quem mora aqui prefere a magrela para ir para qualquer lado. Até porque é o meio de transporte mais rápido e mesmo que hajam semáforos para bici, o amsterdamês quase nunca espera o sinal ficar verde.

Ah, os turistas…
“É muito saber se alguém na bici é ou não turista. Basta ver se ele para no farol vermelho”, li uma vez no jornal Het Parool, de Amsterdã.

Me parece que o ciclista em Amsterdã é um pouco estressado com os turistas. Alguns andam o tempo todo com a mão na campaínha aterrorizando aqueles que não sabem a diferença entre calçada e ciclovia.

É fácil identificar o turista que aluga bicicleta. Geralmente, eles pedalam em grupos, com bicis idênticas. Ocupam a ciclovia inteira e vão bem devagar. Estão curtindo a cidade, é normal. O problema é que é quase impossível ultrapassa-los sem utilizar a buzina. E quem mora por aqui não quer chegar atrasado num encontro…

Anúncios
Categorias:Amsterdã Tags:,
  1. 09 - 07 - 2007 às 1:53 pm

    Los ciclistas viven estresados en Amsterdam porque hay demasiados turistas, eso es cierto. Pero también es cierto que no todos los ciclistas respetan el tránsito. Y si pueden atropellar a algún peatón, muchos se piensan que tienen razón. El sentido común dice que ellos tienen prioridad, pero no es así. La bicicleta es un medio de transporte más, sólo que sin motor, y está sujeta a las reglas de tránsito como cualquier otro vehículo. De todas formas, es genial. No hay nada mejor que transitar en “fiets” por sus canales. Un lujo.

  2. 09 - 07 - 2007 às 3:50 pm

    Nunca pedalei em Amsterdã, mas aqui em Utrecht o comportamento igualzinho.
    Beijo

  3. Sabrina Rau
    10 - 09 - 2007 às 2:23 am

    Olá, sou estutante de arquitetura e urbanismo da Universidade Federal de Pelotas
    ( Rio Grande do Sul_ Brasil). Estou começando uma pesquisa sobre modelos de sistemas cicloviários e gostaria de saber se podes me enviar algum material ( fotos, textos, cartazes de campanhas…) sobre as ciclovias de Amsterdam.
    Desde já agradeço a atenção,

    Sabrina Rau

  4. 10 - 09 - 2007 às 10:15 pm

    Oi Sabrina, não apenas Amsterdã, mas a Holanda inteira é repleta de ciclovias. Embora tragam mais informações para o turista, talvez estes link sejam interessantes para você.
    1. Em http://www.fiets.amsterdam.nl/live/main.asp você pode baixar um fôlder de como pedalar com segurança por Amsterdã em inglês, francês, italiano ou espanhol.
    2. Em http://www.fietsen.123.nl/cycle%20routes%20netherlands.htm têm rotas de ciclovias em inglês.
    E quem realmente pode te ajudar são os funcionários do Serviço de Infra-estrutura de Trânsito e Veículos de Amsterdã. Aqui está o email para contato (pode escrever em inglês): communicatie@ivv.amsterdam.nl.
    abraços,

  1. 03 - 02 - 2008 às 7:06 pm
  2. 21 - 04 - 2008 às 8:40 pm
  3. 24 - 09 - 2008 às 10:30 pm
  4. 01 - 05 - 2010 às 10:14 pm
Comentários encerrados.
%d blogueiros gostam disto: