Início > Amsterdã > ‘Bieb’ como atração turística

‘Bieb’ como atração turística

01 - 09 - 2007

Mochileiros, casais de velhinhos, grupos de espanhóis acompanhados por guias turísticos. Gente curiosa, turistas ou não, olhando aqui e ali, provando cadeiras e sofás, admirando a arquitetura e a grandiosidade do novo edifício da Biblioteca Pública de Amsterdã, inagurada a menos de dois meses.

Localizado ao lado da estação central de trem, o novo prédio da ‘bieb’ central faz parte das atrações do guia Amsterdam Design desse mês e é descrita como um lugar onde se encontra ‘muito mais do que apenas livros’.

bibliotecaSão dez andares, incluindo o terraço panorâmico, onde funciona um restaurante da rede La Place. O arquiteto Jo Coenen criou também um teatro, uma sala de leituras e outros espaços agradáveis o suficiente para se passar um dia inteiro entre os livros.

Facilidades
O acervo e a tecnologia para facilitar a vida do visitante habitual também é de se admirar. Em todos os andares, diversos computadores estão à disposição gratuita para acessar a internet. Todo o catálogo da biblioteca está digitalizado e pode ser consultado nos terminais espalhados pelo prédio, num sistema self-service.

Ainda que os funcionários estejam por perto para tirar as dúvidas, é o sócio quem faz tudo sozinho na hora de emprestar materiais. Com os livros e a carterinha de associado na mão, basta dirigir-se a um dos balcões de empréstimos e dispô-los sob o scanner. O leitor ótico reconhece o usuário e os materias e emite o bilhete, com a data da devolução.

No primeiro andar está a coleção multimídia, com CD’s, DVD’s, CD-Roms etc. O ‘cadeado digital’ das caixinhas de áudio/filme, só é aberto quando o sócio leva a embalagem a um ponto de empréstimo. O débito (um euro por CD) fica na carteirinha do usuário e pode ser pago nas máquinas de cobrança que estão no edifício.

Na devolução, o sócio o coloca em uma esteira que reconhece o código do livro e o separa; é posto na mesma caixa junto com outros livros devolvidos e que são dispostos nas estantes do mesmo andar. As caixas vão para o elevador de livros e o funcionário do andar o devolve a prateleira.


Alguns números’ da nova biblioteca central
:
* 25.000 metros de estantes de livros
* 2500 títulos de revistas
* Mais de mil assentos, dos quais metade possuem acesso a internet
* Teatro com capacidade para 270 pessoas
* 4 salas de reuniões
* 11 impressoras e copiadoras
* 10 andares em 2.500 m2
* 8 máquinas automáticas para auto-empréstimo de material
* 50 escrivaninhas multimídia
* Aberta 84 horas por semana: 7 dias por semana, 12 horas por dia, das 10 às 22
* 110 terminais para consulta do catálogo
* Estacionamento com capacidade de 1200 caros (para a Oosterdokseiland inteira)
* Estacionamento seguro para 2000 bicicletas

(‘informações do panfleto de divulgação da OBA)

A biblioteca oferece uma visita guiada. No entanto, quem quiser fazê-la deve reservá-la para depois de novembro; antes disso, todos os horários já estão cheios!

Aqui escrevi sobre os livros disponíveis por lá em português. Também há diversos títulos de CDs e DVDs brasileiros. E aqui tem mais fotos da biblioteca central.

Anúncios
Categorias:Amsterdã Tags:, ,
  1. 01 - 09 - 2007 às 11:23 pm

    Assim que eu acertar minha data de ida pra Europa, Dani, já vou reservar essa visita aí! Espero que você possa ir comigo 🙂

    :***!

  2. 04 - 09 - 2007 às 4:44 pm

    Com certeza, Fer, irei com você! Cancelo qualquer compromisso para estar contigo na biblioteca! saudades mil, guri!
    beijo,

  3. 22 - 09 - 2007 às 4:16 pm

    Show! Com certeza um ótimo lugar para se visitar!
    Bjs!

  1. 04 - 05 - 2009 às 7:44 pm
Comentários encerrados.
%d blogueiros gostam disto: