Início > O holandês > Na aula de holandês 4: a brasileira

Na aula de holandês 4: a brasileira

28 - 10 - 2007

O professor pediu para que os alunos escrevessem uma redação sobre as motivações que eles tinham para aprender holandês.

Para encerrar o texto, a brasileira escreveu que a terceira motivação dela era o fato de o holandês ser uma língua exclusiva, já que pouca gente no mundo falava o idioma.

Na primeira correção, o professor grifou essa frase, anotou diversos sinais de interrogação e escreveu: “holandês também é falado na Bélgica, Antilhas Holandesas e Suriname”

Ao entregar a segunda versão corrigida, após ler que a aluna não havia mudado a terceira motivação, o professor dirigiu-se a ela e explicou que o holandês não é uma língua assim tão secreta como ela havia escrito e que o idioma que ele ensina é falado por cerca de 30 milhões de pessoas, atingindo a classificação de número 37 na lista das mais faladas do mundo.

A brasileira sorriu, agradeceu a informação e, em seguida, com uma piscadela de olho, me perguntou (em português) se eu me lembrava do número de habitantes do país onde havíamos nascido.

Leia também:
Na aula de holandês 3: a mexicana
Na aula de holandês 2: o grego
Na aula de holandês: o australiano

Anúncios
  1. 29 - 10 - 2007 às 9:30 am

    Muito bom o post!! Fiquei rindo e imaginando a cara do professor.

    Bjo!

  2. 03 - 09 - 2008 às 11:00 pm

    hahahaha, pior né? Sendo isso só no Brasil. Fora Portugal e aqueles países pequenos que eu esqueci o nome . 😀

  1. 05 - 03 - 2008 às 2:00 pm
  2. 22 - 03 - 2008 às 3:19 pm
  3. 17 - 04 - 2008 às 11:13 pm
Comentários encerrados.
%d blogueiros gostam disto: