Início > Holanda > Onde estará Tanja Nijmeijer?

Onde estará Tanja Nijmeijer?

18 - 11 - 2007

Tanja Nijemeijer é uma guria holandesa que há cinco anos decidiu engrossar as fileiras das FARC na Colômbia.

tanjaPara uns, ela é ingênua, em acreditar poder mudar o mundo e lutar por um suposto ideal marxista. Para outros, terrorista, por andar armada e compactuar com uma organização envolvida com narcotrárico.

No início de setembro, o diário dela foi encontrado pela polícia colombiana durante uma operação de busca em um acampamento dessa controversa organização.

Trechos da vida da guerrilheira holandesa foram expostos em um jornal colombiano e logo em seguida, na mídia holandesa.

Me parece que a notícia espantou a todos, como se uma holandesa jamais pudesse tornar-se radical. Quando tudo ainda não passava de especulações um designer fez até uma camiseta com uma foto dela.

Me pergunto se a comoção seria a mesma se um holandês oriundo de uma família muçulmana fizesse parte da Al-Qaeda. ‘Mas ela é uma das nossas’, parecia dizer a mídia.

Como no diário haviam trechos nos quais ela dizia coisas comprometedoras para a organização, acredita-se que as FARC a penalizariam ou até mesmo a matariam.

Uma equipe do programa televisivo Nova tentou entrar em contato com Tanja, mas foram recebidos pelo porta-voz da organização, que disse que ela se encontra em uma área de conflito e de difícil acesso mas que a qualquer momento ela pode voltar para a Holanda e ver a família dela. Clique aqui para assistir a reportagem, exibida em 15 de novembro.

Abaixo o programa Een Vandaag, no qual uma especialista em Colômbia lê trechos do diário da guerrilheira:

Anúncios
  1. 18 - 11 - 2007 às 10:43 pm

    Concordo com você. Acho a reação da mídia e da população seria beeeeeeeeeem diferente se a história se passasse com um personagem fora da sociedade originariamente holandesa.

  2. furry
    20 - 11 - 2007 às 11:48 am

    Ah, mas a reação da mídia é bem natural! É uma coisa única. Para muitos holandeses ela podia ser filha deles.

  1. No trackbacks yet.
Comentários encerrados.
%d blogueiros gostam disto: