Início > O holandês > Deixa pra lá

Deixa pra lá

05 - 06 - 2009

Entro no pet shop e cumprimento o balconista com um ‘goedemorgen’. Pego alguns pacotes de ração seca, algumas latas de ração úmida e me dirijo ao balcão:

– Mag ik een anti-vlooienmiddel?
– Bayer of Frontline?
– Frontline.
– Met drie of zes pippeten?
– Drie.

Ele pega uma embalagem do produto que está na prateleira, coloca junto com as demais mercadorias, dirige-se ao caixa e faz a soma. Ele diz quanto eu devo, eu pago e ele me faz uma pergunta em voz baixa, da qual eu só ouço a última palavra: elkaar.

– Wat zegt u?
– Do you want to put everything together? Apontou para os pacotes de comida seca e mostrou uma lata promocional da mesma marca para guardar a ração. “You can have it if you want.”
– Nee, dank u wel!
– Okay, bye bye
– Tot ziens, en fijne dag verder! respondi e sai da loja.

Em uma fração de segundos me passou pela cabeça aquela frustração de por mais que eu me esforce há sempre alguém que insiste em falar em inglês comigo. Mas essa indignação transformou-se rapidamente em conformismo. “Ah, deixa pra lá”. pensei. Lembrei-me do caso da política do post anterior. Talvez daqui uns 150 anos eles falem comigo apenas em holandês.

  1. daniduc
    08 - 06 - 2009 às 11:37 am

    Eu até me frustraria menos se não fosse essa atitude deles acompanhada de uma grande insistência sobre a importância de falar holandês e se integrar o mais rapidamente possível.

    Quer dizer, se eles querem que eu fale holandês com eles, então, pqpq, falem comigo! Ou eles querem que eu fale holandês nativo? Daí só nascendo de novo, amigo. Ou eles acham que falam um inglês, assim, super nativo?

    Imagina que curioso se o diálogo fosse assim:

    – Wat zegt u?
    – Do you want to put everything together? You can have it if you want.
    – Het spijt me, meneer, maar ik spreek geen engels. Zou u het nog een keer kunnen zeggen? (*)

    Tipo, porque ele tá assumindo que, se você é estrangeira, você fala inglês melhor que holandês?

    Eu queria tornar o comentário, curto, mas desisto. O assunto me interessa bastante. Vai lá, um causo:

    tava eu na fila de uma padaria, com meu pãozinho na mão. Na minha frente duas pessoas. Cada uma delas a moça do caixa falava em holandês: “dat was het?’ e “wilt u pinnen?”, essas coisas. Anyway. Chegou minha vez, ela me olhou e disse:

    – Is that all, sir?

    Sério! Eu nem f* abri a boca! Amsterdam não é, definitivamente, a cidade pra aprender holandês. Heh.

    (*) espero não ter escrito nenhuma besteira em holandês. Afinal, ainda estou aprendendo e não tenho com quem praticar😉

  2. 08 - 06 - 2009 às 9:04 pm

    Façamos deste post um muro das lamentações, Daniduc!
    Hoje ouvi na estação um “four euros, please”. E eu respondi A.U.B.em um tom um pouco mais alto do que o de costume. A guria ficou vermelha e me pediu desculpa!
    Mas a sua sugestão de dizer que não fala inglês é uma boa. Enquanto escrevia este post também pensei em uma outra tática birrenta: Quando alguém falar em inglês responder em português. Ao menos já passei da fase de continuar o diálogo em inglês. Continuo firme e forte no holandês.
    E caso vc procure alguém para treinar holandês, entre em contato com o Gilde Samenspraak. Aqui compartilho minha experiência…
    beijo e esteja livre pra escrever o quanto quiser por aqui,

    • Bart
      09 - 06 - 2009 às 9:20 pm

      >> Mas a sua sugestão de dizer que não fala inglês é uma boa.

      Assim fazia aprendendo o espanhol na América Latina, vai bem.

  3. daniduc
    10 - 06 - 2009 às 9:41 am

    Oi Batateira! No seu caso imagino que seja ainda mais enervante – quer dizer eu tô aprendendo e tal, mas você é fluente! Aí, realmente… haja😀

    Eu acho que os ingleses são o caso inverso dos holandeses. Os ingleses estão acostumados a ouvir sua língua em uma multidão de sotaques, então eles entendem muito bem os estrangeiros falando inglês. Mas por outro lado, estão pouco acostumados a falar outras línguas. Os holandeses estão muito acostumados a ouvir muitas línguas, então aprendem fácil outros idiomas. Mas não estão muito acostumados a ouvir estrangeiros e sotaques diferentes falando o holandês, então qualquer diferençazinha na pronúncia eles já não entendem ou assumem que é mais fácil virar pro inglês ou outra língua.

    Será?

    Obrigado pela dica e por deixar eu desabafar por aqui, hehe. Não tenho culpa que seus posts me inspiram🙂

  4. 10 - 06 - 2009 às 6:18 pm

    Aqui em Utrecht, pelo menos nas lojas, sinto isso bem menos. Agora os amigos dos amigos nunca perdem a chance de falar inglês comigo.

    Não podemos esquecer que eles também querem mostrar que sabem inglês, mas concordo que é frustrante.

  5. 20 - 07 - 2009 às 8:51 pm

    fale assim, ó: vc pode me ajudar a aperfeiçoar o meu holandês??? obrigada!!!!!

  6. Mary
    08 - 02 - 2011 às 8:59 pm

    Entao as coisas se inverteram, voce e’ a nativa falando holandes e ele o turista falando en ingles? Abs, Mary.

    • 09 - 02 - 2011 às 8:41 am

      Pois Mary, dia desses passei por duas vezes por uma situação em que o atendente falou em inglês com o cliente anterior, não entendeu o que eu falava em holandês e, por isso, eu repeti a pergunta em inglês por realmente ter imaginado que o atendente não falasse holandês! Abraços,

  1. No trackbacks yet.
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: