Início > Amsterdã > Amsterdã é como uma vila…

Amsterdã é como uma vila…

05 - 11 - 2009

Será que ela entendeu minha conversa?

cafesQuarta-feira, 10 horas da manhã. Estou sentada em um café no centro de Amsterdã. Tomo um café com leite, acompanhado de um croissant. Caderninho de anotações, lápis e telefone celular sob a pequena mesa redonda. Trabalho no meu projeto de conclusão de curso. Na mesa ao lado, duas senhoras conversam animadamente em holandês.

A única entrevista que fiz até agora estava incompleta, segundo a minha orientadora. Ligo para a entrevistada para marcar o próximo encontro. Ela é brasileira e, naturalmente, falo ao telefone em português. Depois do bate-papo telefônico, volto para as anotações.


Por mais indelicado que seja, ouço a conversa das senhoras da mesa ao lado. Uma delas estuda português e comenta com a outra sobre as diferenças entre o português do Brasil e de Portugal. Será que ela também estava me ouvindo e entendeu minha conversa? Achei melhor não perguntar.

Esse nome não me é estranho

Continuo no mesmo café. Almoço um pedaço de torta de maçã e tomo um capuccino.

As duas senhoras vão embora. Dois rapazes ocupam a mesa delas. Impossível não ouvir a conversa dos moços quando ouço o nome e a nacionalidade de alguém que conheço. “Será que estão falando do Alex?”, pensei.

Enquanto saboreava minha torta acompanhava disfarçadamente o papo dos meninos. Um deles disse onde Alex trabalhava. E essa foi a confirmação. De cabeça baixa, escrevendo no meu caderninho, segui ouvindo o que eles tinham para falar sobre o namorado de uma amiga.

  1. Magda Valente
    10 - 11 - 2009 às 12:08 am

    Daniela,
    Deixei uma outra mensagem no teu perfil. Sou jornalista em Portugal e vou viver para Amesterdão em Janeiro. Adoraria conversar um pouco melhor contigo.
    Fico à espera do teu contacto.
    Magda.

    • Hogeschool van Amsterdam
      15 - 07 - 2010 às 2:13 pm

      hello magda,
      I’m trying to contact you because your bank details seem to be incorrect. Could you contact us with the right details?
      thank you
      Marije van wieringen
      Financial dept
      Hogeschool van Amsterdam
      020 595 2705

  2. 16 - 11 - 2009 às 8:24 am

    E não é que a Holanda é uma vila. Tomem cuidado aqueles que pensam que Português é uma língua extinta e indecifrável, que ningué, entende.

  3. 12 - 12 - 2009 às 7:39 pm

    Sorry for being OT – which WordPress theme do you use? Looks amazing!

    • 12 - 12 - 2009 às 10:54 pm

      Theme: Blix by Sebastian Schmieg

  4. 13 - 12 - 2009 às 10:26 pm

    Dani, amei esse texto. É o tipo de coisa que vivo me perguntando no dia-a-dia. Obrigado, beijo enorme.

  5. 16 - 12 - 2009 às 8:45 am

    Que história muito boa! As vezes isso me acontece também. Pois nínguem pensa uma holandesa pode entender o português do Brasil. Par exemplo no trêm, quando um brasileiro liga para um amigo dele no Brasil e começa falar sôbro o frio aqui e os e-mails deles. Eu gostei muito ouvir, mas é embaraçoso no mesmo tempo.
    Beijos

  6. 28 - 12 - 2009 às 1:28 pm

    no doubt: o mundo eh um ovo. ouvi isso sobre berna, mas na verdade, se refere ao mundo todo…

  7. 14 - 03 - 2010 às 4:35 pm

    ooopsss….. coloquei um primeiro comentario e nao saiu. Fiz um teste p o segundo, e saiu!!! Eu so quis comentar q moro em Montreal e … acho que o teu blog só aceita pequenos comentários. Pode?

    • 16 - 03 - 2010 às 9:41 am

      Oi Katia,

      Na verdade pelo que eu sei o blog aceita qualquer tamanho de comentário. O que ele não aceita são comentários cheios de links, que são visto por ele como spam. Aí ele coloca na lista dos spams para eu moderar. E se não é spam eu libero. Fique livre pra comentar! E o que vc faz em Montreal?
      abraços,

  8. Karla
    21 - 09 - 2010 às 12:17 pm

    Que bom que existe este cantinho para os estrangeiros que falam português.

    Karla.

  1. No trackbacks yet.
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: