Início > Amsterdã > O indiano da Damrak

O indiano da Damrak

06 - 02 - 2011

Como a maior parte dos turistas, ando na Damrak como se procurasse algo. Procuro o Gandhi.

A Damrak é uma das ruas mais movimentadas de Amsterdã. Liga a estação central de trem à praça Dam. Motivo pelo qual a larga calçada está sempre cheia de gente, cheiros e ruídos. Damrak é repleta de restaurantes e lojas de souvenirs. O museu do sexo também fica nesse calçadão.

“Saindo da estação central, será o primeiro indiano que verás na Damrak”, facilitou S. No entanto, poucos são os indícios de que ali há um restaurante de qualidade. Logo na entrada do corredor há muitas fotos de homens numa sauna.

Mas no fundo há duas portas: a da esquerda dá para a sauna e a da direita para o restaurante. Atrás da porta de vidro, à direita, vejo uma mulher com trajes típicos indianos. Somente quando abro a porta e sorrio de volta para ela é que percebo que a indiana é de papelão. Em seguida um homem com roupas ocidentais me saúda com um ‘welcome’. Ele tem sotaque indiano.

Tive a impressão de que os vizinhos de mesa frequentam Gandhi assiduamente. Os clientes estavam bem localizados, não pareciam turistas.

Tenho a sensação de não estar mais na área mais turística de Amsterdã. Reina a tranquilidade. Música indiana em um volume agradável, permitindo conversar sem precisar alterar o tom de voz. Garçons indianos prestativos e simpáticos, desses que sabem o momento de fazer uma piada.

Mesmo com a recomendação de Y. (que já provou todos os bons – e os maus – restaurantes da cidade, graças a sua enorme popularidade) e de ter ouvido que Gandhi situa-se num lugar atípico para um restaurante bom, só acreditei ao provar.

Não lembro mais o nome do prato que comi. Era um queijo assado e crocante, acompanhado de um arroz cheiroso e salada cheia de especiarias.

A única que fez uma ressalva ao restaurante foi S., que é descendente de indianos. Ela disse que já comeu pratos indianos mais saborosos. Mas acredito que é injustiça comparar cozinha de mãe com a de restaurantes.

Anúncios
  1. 09 - 02 - 2011 às 7:45 pm

    Oi Dani, adorei a dica. Botei na minha lista!

  2. 10 - 02 - 2011 às 5:01 pm

    Eu já comi lá, indicado e na cia de 3 colegas indianos da Carla. É muito bom mesmo.

  3. 07 - 07 - 2011 às 1:29 am

    Da última vez que comi aí não gostei mt não, isso deve ter sido em Janeiro. Deve ter sido um dia mau do chef, porque já fomos a esse restaurante várias vezes, sempre comer o mesmo: chicken korma, e sempre adorámos. Mas desde essa última experiência não voltei lá. Talvez esteja na altura de me reconciiar com o restaurante. Verdade seja dita, está sempre cheio de indianos, portanto deve ter alguma semelhança com o original.

  1. No trackbacks yet.
Comentários encerrados.
%d blogueiros gostam disto: