Arquivo

Posts Tagged ‘teatro’

Um pouco de progresso…

Começo a perceber que tenho uma certa fluência no holandês. Não que fale 100% correto ou que eu não tenha sotaque. E a fluência depende muito de com quem em falo e em quais circunstâncias.

Num ambiente descontraído como no festival Over Het IJ consigo formar frases completas, as pessoas me entendem e nem sequer me perguntam de que país eu sou.

Este progresso se deve ao fato de eu poder abrir mais a boca em holandês. Tudo começou nos festivais de teatro de 2008, na condição de voluntária.
Leia mais…

Anúncios

Temporada Bostheater 2009

15 - 06 - 2009 Comentários desligados

foto: Serge Ligtenberg

foto: Serge Ligtenberg

A temporada de teatro ao ar livre no Amsterdamse Bos começou mais cedo.

Com isso, a produção do Bos Theater tenta driblar as mudanças climáticas, já que nos anos anteriores muitos espetáculos tiveram de ser cancelados por causa das chuvas de verão.

O cenário é a ilha onde vivem Próspero, Miranda e Calibã. A trupe do Bostheater interpreta De Storm.

A batateira não conseguiu compreender Sir William Shakespeare em holandês. Mas entendeu a história mesmo sem antes ter lido ou visto A Tempestade. A interpretação, o trabalho de corpo e a música são bons motivos para aplaudir de pé os atores do Bostheater. O cenário e o figurino também são surpreendentes.

De Storm fica em cartaz até nove de agosto.

Leia também:
Mais teatro ao ar livre
I’m sitting in the rain
Na praia, no bosque, na fazenda

I’m sitting in the rain…

Parodiando Arthur Freed, talvez essa seria a música que o público do teatro ao ar livre estivesse cantando na noite que estreiei como voluntária no Amsterdamse Bos. Após o jantar coletivo, com artistas e voluntários, a coordenadora, Maria, caminhou conosco até o local onde deveriamos trabalhar.

Faltavam três horas para o espetáculo começar mas já havia público sentado na arquibancada. Caía uma chuva fina e algumas pessoas faziam um piquenique, não sem abrir os guarda-chuvas.

Minha missão consistia em oferecer as mantas, assentos fofinhos e spray anti-insetos para o público, além de vender o programa da peça. O posto de trabalho não era coberto, mas as árvores gigantescas nos protegiam da chuva. O buienradar indicava que dentro de quinze minutos as gotinhas iriam cessar.

Leia mais…

Bichos do Brasil, acrobatas australianos

02 - 08 - 2008 Comentários desligados

acrobatas australianos

acrobatas australianos

Bichos do Brasil, acrobatas australianos e bailarinos da França são algumas das atrações do teatro de rua do Karavaan Festival, que está acontecendo – e vai até 10 de agosto – no norte da província de Noord Holland.

* Até três de agosto, o coração do festival funciona na cidadezinha portuária de Hoorn, às margens do IJsselmeer.

* De 7 a 10 de agosto, o Karavaan viaja para Schagen, mas há espetáculos em Bergen, Den Helder, Warmenhuizen Anna Paulowna, Hoogkarspel, e na ilha de Texel.

* Bichos do Brasil é um espetáculo com artistas brasileiros. Uma parceria da paulistana Cia Pia Fraus e do Munganga, grupo de teatro cujos diretores são brasileiros, mas que tem sede em Amsterdã.

* Teatro pago, mas teatro de rua e música ao vivo de graça.

* Veranistas, de Máximo Górki, continua em cartaz no teatro ao ar livre do Amsterdamse Bos, em Amsterdã.

* Ainda há muitos festivais de verão na Holanda até o final de agosto.

Mais teatro ao ar livre!

Numa noite dessas de verão, você pega a sua bici e vai até o Amsterdamse Bos. Logo na entrada do bosque, vê plaquinhas marrons que indicam onde fica o Bostheater. É preciso pedalar pelo menos outros cinco quilômetros para chegar ao teatro do bosque.

No caminho, vê meninos jogando futebol nos gramados de ambos os lados da ciclovia, vê árvores frondosas que não acabam mais, um grande lago e continua seguindo as tabuletas.

Grupos fazem caminhadas, há mais ciclistas pedalando, um avião no céu – estamos perto do aeroporto de Schiphol. A sinalizacão indica que o teatro está próximo.

Finalmente estaciona a sua bicicleta e caminha alguns metros, em direção à entrada do teatro que tem o céu como teto.

Leia mais…

Gente do Oerol 5: no lugar e na hora certa

Esta manhã, enquanto trabalhava na bilheteria do festival, recebi um sms de N:

“Tenho dois ingressos para De Jongens hoje à noite e não vou poder assistir. Se alguém procurar e não tiver mais para vender, por favor dê meu número”.

Os ingressos já estavam esgotados mas ninguém perguntou por eles. Meu turno matutino acabou. Estava assistindo ao show do De Nits quando, sem querer, ouvi um diálogo entre duas mulheres:

– É uma pena, mas ninguém anunciou no prikbord ingressos para De Jongens. E na bilheteria já estão esgotados.
– Tenho uma amiga que está vendendo dois ingressos para hoje à noite. Quer o telefone dela? – me intrometi.

Minutos depois recebo um sms de N:

“Obrigada, batateira, vendi os ingressos pra mulher que falou com você!”

Ok, prometo, esta é a última historinha sobre ingressos do Oerol…

Categorias:Holanda Tags:, , ,

Gente do Oerol 3: chuva

19 - 06 - 2008 Comentários desligados

Chovia muito nessa manhã de quinta-feira em Terschelling. Mas os fãs do Oerol não se deixam intimidar.

Bilheteria

Capas de chuvas, cabelos e rostos molhados depois de enfrentar a fila da bilheteria. Alguns preferem assistir espetáculos em ambientes como um estábulo ou celeiro para se prevenir da chuva que ainda pode vir.

Mas a maioria nem se importa em pegar um pouco de chuva e assistir, por exemplo, De bruiloft, um casamento russo que começa ao ar livre.

A platéia faz parte dos convidados (com direito a comer e a beber, mas também receber presentes na entrada para e dar presentes aos noivos). Somente quando o público inteiro tenha cumprimentado o noivo e a noiva é que o público é convidado a entrar no estábulo e sentar em uma das arquibancadas.

Veja um pedaço do De bruiloft:

Categorias:Holanda Tags:, , ,